Endereço

Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387
Santo Amaro • São Paulo • CEP 04757-020

Contato

contato@telemedicinesummit.com.br
(11) 5643-3028 / 9.9336-2555

Redes Sociais

Warm Up SP discute a experiência do médico na era digital

Notícias Warm Up SP discute a experiência do médico na era digital
Data:

30/08/2019

Desmistificar o debate sobre telemedicina e saúde digital na área médica brasileira foi o objetivo do primeiro Warm Up para o Global Summit Telemedicine & Digital Health 2020. O evento, uma espécie de prólogo para o Summit do ano que vem, aconteceu nesta sexta-feira (30), na Associação Paulista de Medicina (APM), em São Paulo.

Neste primeiro Warm Up, o tema foi “Telemedicina: a visão e experiência dos médicos brasileiros”. O encontro – que também marcou o lançamento oficial do Global Summit Telemedicine & Digital Health 2020 – teve a participação de Caio Soares, diretor médico e general manager da Teladoc, Chao Lung Wen, professor da Faculdade de Medicina da USP, Eduardo Cordioli, gerente médico de telemedicina do Hospital Israelita Albert Einstein, José Luciano, diretor executivo da Siate, Gustavo Kuster, CEO e fundador da Neomed, e Rogério Rabelo, diretor da holding Dal Ben Home Care & Senior Care da clínica Althea. A moderação foi feita pelo professor Dr. Jefferson Gomes Fernandes, presidente do Conselho Curador do Global Summit, e pelo diretor de Tecnologia da Informação da APM e presidente do Comitê Organizador, Dr. Antonio Carlos Endrigo.

“Procuramos trazer um bloco bastante heterogêneo de participantes, com especialistas egressos de várias áreas na telemedicina”, explicou Dr. Jefferson. “Nossa ideia é fazer com que os médicos tenham um conhecimento maior de telemedicina e das suas implicações.”

Os médicos Antonio Carlos Endrigo, Gustavo Kuster, José Luciano, Chao Lung Wen, Eduardo Cordioli, Caio Soares, Rogério Rabelo e Jefferson Gomes Fernandes (Divulgação/APM)

O Warm Up Global Summit 2020 em São Paulo teve dois blocos, cada um com 90 minutos de duração. A condução do debate foi marcada por perguntas-chave a respeito do tema, que foram direcionadas aos seis integrantes do encontro. Em um primeiro momento, a discussão se deu em torno do atual cenário da prática no Brasil. “Temos que evoluir nessa discussão e aceitar a telemedicina como já onipresente”, avaliou Rogério Rabelo. “Vamos utilizar esse futuro e, com isso, abrir espaço para plataformas corretas e dar mais segurança às pessoas. Não temos mais como voltar atrás.”

A resistência de alguns profissionais à telemedicina também foi um dos tópicos abordados na conferência. Para Gustavo Kuster, o que ainda afeta parte da comunidade médica é falta de conhecimento. Cordioli, por sua vez, atribuiu a oposição a uma questão histórica dentro deste grupo social. “Existe uma resistência natural de nós, médicos, às novas tecnologias”, explicou. “E é claro, também temos que tocar no assunto do corporativismo que, vou falar para vocês, é uma preocupação hipócrita. Nós já fazemos teleconsulta. Agora mesmo, estava recebendo exame de paciente no smartphone”, acrescentou.

Posteriormente, os integrantes do encontro também conversaram sobre a importância da telemedicina para o sistema de saúde pública e a atual situação da regulamentação da prática no país.

O Warm Up do Global Summit Telemedicine & Digital Health é idealizado pela APM e organizado, realizado e promovido pelo Transamerica Expo Center. A próxima edição acontece no Rio de Janeiro, no dia 14 de setembro.

Newsletter

Inscreva-se e acompanhe as novidades sobre o Global Summit.