Telemedicina pode ajudar na triagem virtual de casos suspeitos da Covid-19

Notícias Telemedicina pode ajudar na triagem virtual de casos suspeitos da Covid-19
Data:

08/04/2020

De acordo com artigo da Agência Einstein, a telemedicina vem ganhando espaço no combate ao coronavírus (COVID-19) em diversos países, como o Brasil. Recentemente, o Ministério da Saúde publicou uma Portaria regulamentando o uso dela enquanto durasse a pandemia.

Usar ferramentas tecnológicas para a assistência médica permite o atendimento de pacientes a distância, colaborando para reduzir aglomerações em hospitais e centros de saúde. Com isso, os profissionais conseguem realizar atendimentos primários para orientações sobre sintomas e meios de prevenção.

“O atendimento por telemedicina nesse momento é muito importante. Isso porque evita a circulação de pessoas e, consequentemente, ajuda a impedir a disseminação do vírus entre outros pacientes ou entre profissionais de saúde que estão na linha de frente”, explica o médico Eduardo Cordiolli, Gerente Médico da Telemedicina do Einstein.

Desde 2012, o Hospital Israelita Albert Einstein usa os recursos da Telemedicina. Até o ano passado, a instituição realizou mais de 178 mil atendimentos. Nos últimos dias, devido ao aumento da procura por informações sobre a COVID-19, o número subiu para 200 por dia.

Junto com o Ministério da Saúde, via Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi/SUS), o Albert Einstein também viabiliza a assistência médica especializada na região Norte do Brasil por meio da telemedicina em 120 cidades que não dispõem de recursos em saúde.

O Hospital Israelita Albert Einstein é Key Partner do Global Summit Telemedicine & Digital Health, o maior evento sobre o telemedicina na América Latina, que acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de outubro de 2020.

Newsletter

Inscreva-se e acompanhe as novidades sobre o Global Summit Telemedicine & Digital Health 2020.