Cresce o número de empresas que incluem a telemedicina como benefício para funcionários

Notícias Cresce o número de empresas que incluem a telemedicina como benefício para funcionários
Data:

19/05/2020

Em março, uma portaria do Ministério da Saúde autorizou a prática da telemedicina no Brasil durante a pandemia de COVID-19. Dentre as atividades liberadas estão a teleorientação, o telemonitoramento e interconsultas entre médicos.

Devido a este fato, algumas empresas brasileiras começam a incluir um benefício extra ao plano de saúde de seus funcionários, oferecendo serviços de telemedicina durante a pandemia. As normas permitem o uso da tecnologia para a prática da medicina a distância. A decisão acaba por impulsionar uma demanda que só cresce no setor de saúde.

Uma das especialidades mais procuradas para o atendimento a distância é a psiquiatria. É uma forma dos pacientes manterem o tratamento ou mesmo buscarem conforto psicológico em um momento crítico como o do isolamento social.

Os especialistas fazem orientações aos funcionários e pacientes que estão realizando uma consulta on-line pela primeira vez. Para Chao Lung Wen, professor da Faculdade de Medicina da USP e chefe da disciplina de telemedicina, a transparência deve sempre conduzir as consultas a distância.

“Orienta sempre que eles devem consentir com um termo explicando o procedimento, condições de atendimento e eventuais limitações”, explica.

Leia a matéria no site da Valor Investe clicando aqui.

Fonte: Valor Investe.

Newsletter

Inscreva-se e acompanhe as novidades sobre o Global Summit Telemedicine & Digital Health 2020.