5 dicas para implementar uma Telemedicina de ponta

Notícias 5 dicas para implementar uma Telemedicina de ponta
Data:

22/05/2020

A Telemedicina está sendo amplamente utilizada em tempos do novo Covid-19, com os objetivos de reduzir a exposição de médicos e pacientes ao vírus, evitando que pessoas com sintomas leves infectem outras pessoas, e cuidando das pessoas e seus problemas de saúde no conforto de seus domicílios. Com esse novo cenário, surgem inúmeras dúvidas e questionamentos sobre como começar a atuar na telemedicina.

Por isso, o Global Summit Telemedicine & Digital Health preparou cinco dicas importantes para ajudar a dar início na jornada médica em busca de conhecimento e informação de alto nível, para a implementação de uma telemedicina responsável, ou seja, com ética, segurança e qualidade.

  1. Prepare-se

Faça um curso preparatório, reconhecido por uma entidade médica

A Telemedicina tem se tornado um importante suporte para a medicina tradicional. E, para ajudar os médicos a entenderem melhor esse método de atendimento, principalmente durante o distanciamento social necessário para a pandemia de COVID-19, torna-se necessário aprender como utilizá-la. Isto significa saber, entre outros aspectos, benefícios, limitações, segurança e privacidade, além de como estabelecer uma relação médico-paciente correta por meio de uma plataforma on-line.

Para contribuir com os profissionais médicos na adoção adequada das novas tecnologias digitais, a Associação Paulista de Medicina criou o Programa de Educação em Telemedicina para Médicos, com cursos de curta duração que irão abordar os mais diversos aspectos da aplicação e uso da telemedicina na prática médica, como um complemento aos cuidados presenciais dos pacientes.

A Coordenação do Programa de Educação em Telemedicina para Médicos é do Prof. Dr. Jefferson G. Fernandes, neurologista, Vice-Presidente da Associação Brasileira de Telemedicina e Telessaúde (ABTms), Presidente do Conselho Curador, Global Summit Telemedicina & Digital Health, Associação Paulista de Medicina (APM), Coordenador do Programa de Educação em Telemedicina, APM e CEO SPECIS a Health Consulting Firm.

Integram o corpo docente do Curso Básico de Capacitação em Telemedicina, produzidona modalidade EaD, o  Prof. Dr. Chao L. Wen, Médico e Professor Associado da FMUSP e Chefe da Disciplina de Telemedicina; Dr. Jimmy A. S. Ayoub, Cirurgião e Diretor de Inovação e Produtos da Teladoc Health Latam e Dr. Henrique V.B. Lemos, Médico de Família e Comunidade pelo Hospital Santa Marcelina, e o Prof. Dr. Jefferson G. Fernandes.

As inscrições podem ser realizadas pelo site da APM, https://cursosonlineapm.org.br/

  • Estude o setor

 Conheça os modelos de telemedicina existentes e implementados ao redor do mundo

O Global Summit Telemedicine & Digital Health é o maior e mais importante fomentador de conhecimento e informação de ponta desse setor, tanto no Brasil, como na América Latina.  A proposta do Global Summit é congregar o ecossistema da saúde digital e Telemedicina completo, reunindo todos os atores e os melhores especialistas compartilhando seu conhecimento e experiências de ações e iniciativas que estão sendo realizadas em todo o mundo.

Países como Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, Alemanha, Portugal, Israel entre outros, possuem experiências exitosas em diversas áreas de atuação da medicina digital. Na primeira edição do Global Summit Telemedicine and Digital Health, que ocorreu em abril de 2019, especialistas de 13 países tiveram a oportunidade de mostrar como eles estão trabalhando com plataformas digitais para o suporte na saúde e qualidade de vida dos pacientes.

Para conhecer os temas apresentados e os palestrantes convidados no congresso passado, acesse http://telemedicinesummit.com.br/edicao-anterior/. O Global Summit Telemedicine & Digital Health 2020 está confirmado para os dias 13 a 15 de outubro, no Transamerica Expo Center e as inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site: http://telemedicinesummit.com.br/.

Outra frente de conhecimento desenvolvida pelo Global Summit Telemedicine & Digital Health, com o objetivo de dar continuidade à excelência das discussões é a série de eventos denominados “Global Summit Warm Ups”. Os eventos acontecem mensalmente e de forma gratuita. Veja os eventos anteriores e agende-se para os próximos em: http://telemedicinesummit.com.br/warm-up/

  • Escute a opinião de especialistas

Procure os profissionais que são referência em telemedicina no Brasil e no mundo

Com os eventos realizados de forma contínua, desde 2019, o Global Summit tem possibilitado elevar o debate em torno das melhores práticas e modelos que garantam uma medicina responsável através das tecnologias de comunicação e informação.

Nos “Global Summit Warm Ups”, que já aconteceram em diversas cidades brasileiras desde o ano passado e que continuarão acontecendo de forma online durante o período de distanciamento social, o objetivo é reunir os especialistas de todo o país para compartilhamento de conhecimento e troca de experiências.

São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife reuniu diversos experts no tema. Confira a lista dos profissionais que palestraram em cada cidade e nos encontros on-line já realizados: http://telemedicinesummit.com.br/warm-up/  

O blog de notícias do Global Summit também traz semanalmente, diversas informações sobre o setor, entrevistas com especialistas nacionais e internacionais, novidades sobre os eventos mensais e o Congresso que será realizado em outubro de 2020: http://telemedicinesummit.com.br/noticias/

  • Avalie as oportunidades

 É hora de repensar os modelos de suporte ao paciente

A medicina praticada a distância não substituirá a medicina nos moldes tradicionais, mas será uma forma adicional de acesso à população, com excelente custo-benefício, aumentando a experiência e o engajamento do paciente. A Telemedicina se utiliza de tecnologias de comunicação que apoiam os médicos na continuidade do cuidado presencial aos pacientes.

Entre os maiores desafios do Global Summit Telemedicine & Digital Health está o de desmistificar o receio de que as transformações digitais sejam prejudiciais ao relacionamento médico-paciente.

Segundo a OMS, Telemedicina pode ser considerada prestação de serviços de saúde, onde a distância é um fator crítico, por todos os profissionais de saúde que utilizam tecnologias de informação e comunicação para a troca de informações válidas para diagnósticos, tratamento e prevenção de doenças e lesões, pesquisa e avaliação, e para a contínua educação de prestadores de cuidados de saúde, com o intuito de promover a saúde dos indivíduos e suas comunidades.

  • Conecte-se com responsabilidade

Plataformas de telemedicina precisam ser de altíssima qualidade

Uma medicina online de ponta só deve ser realizada por meio de tecnologias e normas capazes de garantir a segurança entre médico e paciente. No Brasil, muitas plataformas e iniciativas de telemedicina começaram a surgir desde o início da Pandemia, gerando dúvidas sobre a qualidade das tecnologias disponíveis.

A Associação Paulista de Medicina (APM) e a Teladoc Health firmaram uma parceria e acabam de lançar uma plataforma de telemedicina, que tem o objetivo de viabilizar uma ferramenta para uma consulta remota com segurança e comodidade, seguindo todos os requisitos legais, guiados principalmente pela Lei Geral de Proteção de Dados.

Os médicos e pacientes poderão acessar esta ferramenta por meio do computador e aplicativo de celular, disponível nas lojas para Android e iOS. O contato será feito por áudio e vídeo, com prontuário resolutivo e simples, com a possibilidade de ser integrado com outros recursos utilizados pelos médicos.

Além dos associados da APM, a instituição firmou parcerias com a Unimed Fesp e com a Unimed Brasil, para oferecer o Curso Básico de Capacitação em Telemedicina aos médicos cooperados. Os associados da AMRIGS (Associação Médica do Rio Grande do Sul) também poderão fazer a capacitação, por conta de parceria entre as entidades. Saiba mais em http://associacaopaulistamedicina.org.br/teladoc/

Newsletter

Inscreva-se e acompanhe as novidades sobre o Global Summit Telemedicine & Digital Health 2020.